You'll be the one, make me hurt, make me come, make me feel like I'm real and alive.

Consentimos o mesmo engano e prosseguimos sem saber fazer melhor. Ninguém nos preparou para isto. Durante o meu sono, pode ser que a noite aconteça. Um tal de Fernando, sei lá. Se regressares não pergunto, com medo de acertar. Um dia a vida volta à sua normalidade enfadonha e será tarde, por isso enquanto a tua voz for pecado e salvação no meu ouvido, coisa de provar, não quero saber, está decidido. Quero só o que de ti for vontade, tu toda. Ris e eu sinto-me ainda mais perdida. Se nunca te disse, tens um riso perigoso de incrível, como tudo o que é mesmo bom. Nesses momentos falo-te em segredo para que o coração oiça melhor. Sou eu quem pede desta vez. Fica minha.

Sem comentários: