Da felicidade

Disse que o medo da morte vem daquele ponderado balanço entre o que foi e o que ainda há, se achas que já tiveste a tua quota-parte de felicidade ou se ainda precisas de ser mais feliz. Quem é muito feliz não tem medo de morrer, disse.

1 comentário:

Anita Garcia disse...

Muito bom. E verdadeiro, na minha opinião.