Foi o tempo que perdeste com a tua rosa que tornou a tua rosa tão importante.

Um texto pode ser uma resposta, às vezes um anúncio noutras um prenúncio, uns dias para ti e outros para outros, às vezes tem objecto, personagem, enredo, local, tempo, até cheiro, noutros são só letras, frases que se sucedem. Por vezes começa a ser uma coisa e depois, se te distraíres, vais ver e já lá está outra, é impossível prever. E há outras, não menos comuns, em que é só um texto.


(uma flor exige cuidado e manutenção, a rosa do principezinho. o que é forte não quebra.)

Sem comentários: