Os fortes aspiram a separar-se e os fracos a unir-se.

Elevam-se as fraquezas, glorificam-se as imperfeições, condescendem-se as falhas. Condena-se o orgulho, estranha-se a competência, reprova-se o sucesso. Repara como há mais preconceito sobre os ricos do que sobre os pobres, sobre os bonitos do que sobre os feios. Nota como destes esperas mais e toleras menos. Não queiras ser bonito porque nunca poderás ser nada além de oco e bonito. Não queiras ser rico ou nascer numa família que trabalhou para ser rica porque serás sempre mimado a viver num mundo cor-de-rosa e assim também eu. Não queiras ser o melhor porque gostas é de te exibir e não passarás dum arrogante. Não queiras ser inteligente porque lá estás tu cheio de mania a usar palavras caras. Nivelou-se o melhor do homem pela mediocridade do homem e a humildade irmanou-se à humilhação. Foi hoje que Nietzsche chorou.

Sem comentários: